Travessia brasileira

by Beto Caletti

/
  • Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

     $7 USD  or more

     

1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.

credits

released July 1, 1999

------------------------------------------------------------
Featurig:

Marcelo Rapadura
Diego Bravo
Andreia Soares
Juan Cruz Urquiza
Esteban Martinez Prieto
Juan Escalona
Facundo Guevara
Jorge Luis da Silva
Renato dos Santos

Arrangements & production: Beto Caletti

www.betocaletti.com ---- www.facebook.com/betocaletti

tags

license

all rights reserved

about

Beto Caletti Buenos Aires, Argentina

Beto Caletti es un músico argentino dedicado a la canción latinoamericana, se presentó en escenarios de Argentina, Brasil, México, Canadá, España, Suiza, Uruguay, Inglaterra, Bélgica, Colombia, Italia, Cuba y Japón. Editó dos libros, ocho discos y un DVD con ediciones en Argentina, México y Japón. ... more

contact / help

Contact Beto Caletti

Streaming and
Download help

Track Name: No samba de novo (Beto Caletti)
Quando o apito chamou
Bateria formou
O batuque desce o morro
Quem dera ter um tamborim
Brasa até o fim presa ao teu fogo

Bando formando cordão
Estalou a negra mão
Sobre a pele do pandeiro
E o som mexe no turbilhão
Do coração do batuqueiro

E veja como o céu sauda ao povo
No samba de novo, pois é carnaval

Passo gingado no chão
No bater do surdão
Abre alas pra baiana
E uma cabrocha faceira
Brasileira e soberana

Quebra no samba o tambor
A cuíca chorou
No calor de fevereiro
E a multidão desabafou
No que sonhou o ano inteiro

E veja como o céu sauda ao povo
No samba de novo, pois é carnaval
Track Name: Rainha (Beto Caletti)
Quando você chega todo encanto se derrama
A cor da manhã acorda no céu pra te iluminar
Toda melodia a te cantar, todo som é pouco
Você vai além do que eu já sonhei

Musa, luz na alvorada, flor de todo verso
Lua nua, chuva, molha o meu sono sereno

Mar azul profundo fonte de todo mistério
Teu cheiro é da flor que cresce no chão
Regado de amor
Dona do amanhã na tua singela claridade
Eu vou navegar para me encontrar

Musa, luz na alvorada, flor de todo verso
Lua nua, chuva, molha o meu sono sereno

O teu passo é um furacão
Um raio que bateu na funda dor da solidão
Tua chama acende o ar
Miragem que arrebata o coração

Quando você chega...

Musa, luz na alvorada...

De todo sonho meu eu voltaria, sempre
Pra ver-te sorrir
O riso fundo e branco da ilusão
Track Name: Com que roupa (Noel Rosa)
Agora vou mudar minha conduta
Eu vou à luta pois eu quero me aprumar
Vou tratar você com força bruta
Pra poder me reabilitar
Pois esta vida não tá sopa
E eu pergunto: com que roupa?
Com que roupa eu vou
Pro samba que você me convidou

Agora eu não ando mais fagueiro
Pois o dinheiro não é facil de ganhar
Mesmo eu sendo um cabra trapaceiro
Não consigo ter nem pra gastar
Eu já corri de vento em popa
Mas agora com que roupa?
Com que roupa eu vou
Pro samba que você me convidou

Eu hoje estou pulando feito sapo
Pra ver se escapo dessa praga de urubu
Já estou coberto de farrapo
Eu vou acabar ficando nu
Meu paletó virou estopa
E eu nem sei mais com que roupa
Com que roupa eu vou
Pro samba que você me convidou

Seu português agora foi-se embora
Já deu fora e levou seu capital
Esqueceu quem tanto amava outrora
Foi no Adamastor pra portugal
Pra se casar com uma cachopa
E agora com que roupa
Com que roupa eu vou
Pro samba que você me convidou
Track Name: Nuvem cigana (Beto Caletti)
Tom que bateu, dor que doeu
Mel que escorreu
Nas trevas do coração que sofreu
Mar que morreu no cais
Sol que aqueceu, flor que nasceu
Todo rebento que floresceu
Que renasceu no clarear do tempo

Mão que acolheu, som que valeu
Fogo que ardeu
No peito do amor que cresceu
Que encegueceu demais
Chão que tremeu, céu que gemeu
Toda emoção que endoideceu
Que pereceu na escuridão do tempo

Nuvem cigana que voa sobre o meu desejo
Leva a tua forma leviana pra perto do mar
Música louca que muda qual rosa-dos-ventos
Acorda o som que traz de volta a ilusão
Track Name: Ilha azul (Beto Caletti)
Brasil do meu irmão
Terra do som do coração
Que é fogo, doce misterio

Ilha azul, pirajá
Sabiá, carurú
Maracá, no xingú, Brasil

Afoxê, barracão
Violão, candomblé
Carnaval, tudo axé, Brasil
Track Name: Filha de Iemanjá (Beto Caletti)
Samba no tambor, nesse canto de Xangô
Nessa dança tua graça de bamba
Veja como é bom, sente o passo do nagô
No terreiro muzenza do candomblé

Dança caxambú, roda o jongo para Ogum
No carvão do teu corpo moreno
Filha de Iemanjá traz o vento de Iansã
Teu balanço mexe com as ondas do mar

Bole nesse som do atabaque, lé
Requebra no afoxê
Mais uma vez o desejo
De ver você iaô no remelexo
Olhar você sorrindo pro senhor do Bonfim
Morena que valeu, espalha a tua cor
Teu dengo é o sonho do meu coração

Cai no baticum, abre os braços a Olorum
Tua raça é que mora na dança
Olodumaré faz cantar o teu axé, cai no samba
Ginga no batucajé, requebra no afoxê
Track Name: Sol (Beto Caletti)
Anjo, nuvem finda
Deusa criança
Doce criança doida
Som do meu violão

Broto, flor menina
Sol na roseira
Raio de luz na relva
Teu clarão navega o mar

Meu pranto se desfaz no teu sorriso
Teu vulto que é preciso
Me acorda desse sono sem sonhar
E o meu amor que andou aflito
Ao ver teus olhos
Canta um samba, trilha o sonho
Do teu coração
Track Name: Você não samba
Você não samba, fica enfeitada
Ginga faceira, iluminada
Bebe o seu drinque
Sorri danada pra me seduzir

Você não aceita dançar comigo
Diz que não pode, que tem marido
Mas me provoca
No seu vestido pra me enfeitiçar

Você me olha e finge não me ver
Volta os seus olhos lindos de doer
Brinca sorrindo e faz que não me quer

Mas você sabe que o meu desejo
É me perder na cor do seu beijo
Então se mexe
Num remelexo pra me endoidecer

Deixa de lado essa pose, vem pro samba
Que o pessoal tá cansado de esperar
(Cita de "Rosa Morena" de Dorival Caymmi)
Track Name: A voz do Brasil (Beto Caletti)
Andei nas aguas de março fechando o verão
Chorei ouvindo Cartola num samba-canção
Noel, me traga esse samba-chorado pra cá
Que eu quero gozá-lo na voz de Djavan
Matando a saudade desabafar toda emoção

Sambou o Chico formando um imenso cordão
Xangô olhando do céu só queria dançar
E Gal, cantando Caymmi, lembrando do mar
Sorrindo pra Elis nessa festa pagã
Com Gil perguntando de onde é que vem o seu baião

Abre alas pro povo da Mangueira
Que ele vai passar
Pra espalhar toda a bossa brasileira
Nesse carnaval

Alguma coisa acontece no meu coração
Ao ouvir o gingado do pinho de João
Canta sob a lua de São jorge
A voz do Brasil pra me enlevar